Conjunto de Séries #11: White Collar


Uma coisa engraçada aqui em casa é que, para cada momento, temos uma série - para a hora de dormir, para o final de semana, para assistir sozinha, e por aí vai. White Collar foi selecionada para dar aquela relaxada antes de ir para a cama, porque é aquele tipo de série que tem umas sacadas inteligentes, é divertida, mas ao mesmo tempo não dá aquele surto de adrenalina nem tira o sono.

A primeira temporada da série foi ao ar em 2009, com a história de Neal Caffrey - um trapaceiro  e ladrão mestre da falsificação - e Peter Burke - o agente do FBI que colocou Neal atrás das grades. O primeiro episódio mostra a fuga de Neal da prisão para procurar a mulher que ama (Kate) e que, de uma hora para outra, simplesmente terminou tudo entre eles e foi embora. Para evitar aumentar seus anos de prisão depois de ser pego novamente por Peter, Neal tenta um acordo com o FBI: ajudar Peter Burke a solucionar os crimes de colarinho branco, desde que possa ficar fora da prisão - com uma tornozeleira eletrônica, é claro.


Ainda que seja uma trama do tipo "FBI", White Collar se diferencia das demais séries desse estilo por diversos motivos. Primeiro porque os crimes de que trata são do colarinho branco, então tem muita gente rica envolvida, muita obra de arte, museus, grandes empresas, entre outras coisas relacionadas, e as investigações, em regra, não buscam solucionar assassinatos ou casos macabros. Claro que uma ou outra vez envolve isso também, mas o enredo se torna mais leve dessa forma.

Além disso, os episódios mesclam os casos a serem solucionados (geralmente um a cada episódio) e os dramas pessoais de cada personagem. De fato, são esses dramas que vinculam um episódio ao outro e criam uma constante na série, assim como a relação entre os personagens. O engraçado é que, embora Peter e Neal sejam quase "caçador e caça", surge uma amizade sincera entre os dois. Isso não impede que mantenham suas desconfianças entre si, mas há sempre a tentativa de confiar um no outro.

Os personagens secundários também são consistentes. A equipe do FBI se torna como uma família para Neal, e Mozzie é aquele tipo de amigo que daria o sangue para ajudar. Mozzie, aliás, é o personagem mais engraçado da série. Willie Garson, o ator que o interpreta, conseguiu dar vida a alguém peculiar, inteligente, outro vigarista com coração enorme. E Elizabeth, esposa de Peter, é sempre o equilíbrio emocional às desconfianças do marido.


White Collar chegou ao fim em dezembro de 2014, com um total de seis temporadas. As cinco primeiras estão disponíveis na Netflix, mas nem sinal da sexta, infelizmente. A série não chega a ser daquelas que deixa o expectador sem fôlego ou ansioso, mas é divertida e leve e tem alguns pontos altos que fazem valer a pena assistir.

Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

11 comentários:

  1. Oi, Ju!
    Gente, até hoje não me conformo dessa série ter terminado. Sou órfã demais e já estou preparando uma maratona para rever tudo.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção 5 Anos de Além da Contracapa
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
  2. Olá Ju!!!
    Bom essa serie eu realmente não conheço, mas acredito que venha a ser maravilhosa estou a procura de series para assistir nas ferias e essa eu vou procurar para baixar e curtir.
    Obrigada pela dica!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Ju! Não conhecia essa série, parece ser boa, curto muito uma trama tipo FBI, estou precisando fazer um maratona para por as minhas séries em dia.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá Ju, bom dia!
    Engraçado que vocês assistam tanta serie, aqui em casa só meu irmão já assistiu uma ou duas. Eu não sei nem o que é isso kkkkk
    Serio, nunca assisti nenhuma serie, não por falta de vontade, mas acredito que seja falta de tempo mesmo, porque meu tempo livre sempre é estudando.
    Quem sabe um dia entro nesse universo tão amado das series haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu amo series, principalmente das policiais que envolvem FBI, no momento to vendo blindspot, quantico e criminal minds com essa temática e essa parece realmente ser bem diferente das que eu assisto, fiquei curiosa para conhecer mas por enquanto não to podendo colocar mais nenhuma serie na minha lista hahahaha

    ResponderExcluir
  6. Ju!
    Acompanhei a série toda e amava...
    O Neal é bem irreverente e no começo queria se sair, mas acabou ajudando e muito ao FBI e a ele mesmo.
    É uma série digna de ser acompanhada.
    “A simplicidade representa o último degrau da sabedoria.” (Arthur Schopenhauer)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Tô no comecinho dessa série já tô ansiosa de como vai se desenrolar o plot da Kate *-*

    ResponderExcluir
  8. Nuuuus pq eu nunca vi essa série!!!! Só gte boa!! Fikei curiosa pra ver!
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Vejo indicações de séries e já me dá aquela dor no coração porque não estou tendo tempo pra assistir nenhumazinha, faz meses que estou atrasada com as minhas :( Gostei muito da indicação apesar disso, é muito bom quando as séries são ao mesmo tempo inteligentes e divertidas.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia a série, se chegou até a sexta temporada deve ser boa, as vezes é bom assistirmos algo leve para nos distrairmos dos pesados e tensos rs. Vou dar uma pesquisada na Netflix pra ver. E parece mesmo ser diferente porque as outras envolve muitos assassinatos e serial Killers.

    ResponderExcluir
  11. Ju de deus, vou lhe pedir humildes desculpas pela falta de compromisso com você no quesito séries, nenhuma nenhuma mesmo que você tem indicado eu consegui acompanhar/nem de um episódio (pois como perdi minha avó recentemente meio que desanimei de muita coisa inclusive de ler e assistir algo novo, mas vou me redimir e começar devagarinho!

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.