O resgate no mar (parte I) - Diana Gabaldon

Sinopse: Há vinte anos Claire Randall voltou no tempo e encontrou o amor de sua vida – Jamie Fraser, um escocês do século XVIII. Mas, desde que retornou à sua própria época, ela sempre pensou que ele tinha sido morto na Batalha de Culloden.
Agora, em 1968, Claire descobre, com a ajuda de Roger Wakefield, evidências de que seu amado pode estar vivo. A lembrança do guerreiro escocês não a abandona… seu corpo e sua alma clamam por ele em seus sonhos. Claire terá que fazer uma escolha: voltar para Jamie ou ficar com Brianna, a filha dos dois.
Jamie, por sua vez, está perdido. Os ingleses se recusaram a matá-lo depois de sufocarem a revolta de que ele fazia parte. Longe de sua amada e em meio a um país devastado pela guerra e pela fome, o rapaz precisa retomar sua vida.
As intrigas ficam cada vez mais perigosas e, à medida que tempo e espaço se misturam, Claire e Jamie têm que encontrar a força e a coragem necessárias para enfrentar o desconhecido. Nesta viagem audaciosa, será que eles vão conseguir se reencontrar? (Skoob)

Livro recebido em parceria com a Editora
GABALDON, Diana. O resgate no mar - Parte I. Outlander #3. Editora Arqueiro, 2015. 592 p.


Em A libélula no âmbar, volume anterior da série Outlander, sabe-se desde o início que Claire e Jamie estiveram separados por quase vinte anos, mas, naquele livro, pouco se falou sobre os acontecimentos desse longo período. Na verdade, somente foi narrado tudo o que os levou àquela decisão fatídica e dolorosa e, particularmente, senti muita falta de saber o que aconteceu com eles nesse intervalo, em especial com Claire, quando voltou para Frank esperando um filho de Jamie.

O resgate no mar finalmente traz essas respostas. A trama reinicia no ponto em que o livro anterior parou, quando Claire, Brianna e Roger tentam encontrar registros sobre o que aconteceu com Jamie após Culloden. Em paralelo, alguns capítulos resgatam as lembranças de Claire desde o retorno ao seu próprio tempo, enquanto outros narram em terceira pessoa o desenrolar da história de Jamie, sozinho, nas Terras Altas.

"E se... - disse, e um nó na garganta me fez parar outra vez.
- E se o tempo corre em paralelo, como achamos que acontece... - Roger parou, também, olhando para mim. Em seguida, seus olhos voltaram-se para Brianna.
Ela ficara terrivelmente pálida, mas tanto os lábios quanto os olhos permaneciam firmes, e seus dedos estavam quentes quanto tocou minha mão.
- Então você pode voltar, mamãe - disse ela baixinho. - Você pode encontrá-lo."

Acho que já ficou bem claro para os leitores de Outlander que Diana Gabaldon realmente sabe escrever uma obra. Além de se preocupar com detalhes históricos e misturá-los à sua criação ficcional com uma riqueza de elementos que quase nos leva a acreditar que são reais, ela cria um romance envolvente, cheio de reviravoltas e cenas repletas de emoção. Duvido que existam muitos autores com a capacidade de escrever uma série de livros de mil páginas cada sem perder a qualidade do texto e, mais importante, continuar a envolver e fascinar seus leitores.

Isso porque, mesmo quando Diana narra uma profusão de acontecimentos que parecem não ter relevância alguma, ela o faz de forma instigante, e consegue resgatar momentos e personagens de uma forma surpreendente. Mesmo aquilo que parecia irrelevante, na verdade, trata-se apenas de um subterfúgio, pois cada pequeno detalhe, mais à frente, finalmente fará sentido na trama tecida por Gabaldon. As reviravoltas que ela cria são de provocar taquicardia em qualquer um, e meu coração deu alguns saltos durante a leitura desse volume, devo destacar. O livro traz surpresas que realmente nos fazem prender a respiração, como o reaparecimento de John Grey. Esse é apenas um dos exemplos, e eu espero não estar em frangalhos quando finalmente puder ler a Parte II.

O mais importante de O resgate no mar, porém, é que nele finalmente - finalmente! - acontece o reencontro de Claire e Jamie. Achei bastante intensa a cena em que eles ficam frente a frente depois de tanto tempo, porque ali há efervescência não de ações, mas de emoções brutas. É como se as palavras não fossem o bastante para mostrar quanto alívio e quanta dor eles sentiam por estarem juntos novamente. Mais do que isso, o reencontro mostra que muita coisa pode mudar em vinte anos, mas muitas outras permanecem exatamente iguais.

"- Santo Deus, você é real!
- E você também. - Levantei o queixo para fitá-lo. - A-achei que estava morto. - Eu planejara falar descontraidamente, mas minha voz me traiu. As lágrimas rolaram pelo meu rosto, para logo molhar o tecido rústico de sua camisa quando ele me puxou com força para ele.
Eu tremia tanto que algum tempo se passou até eu perceber que ele tremia também, e pela mesma razão. Não sei quanto tempo ficamos ali sentados no chão, chorando nos braços um do outro com a saudade de vinte anos derramando-se pelos nossos rostos."

Gostei que a Editora Arqueiro tenha dividido o livro em duas partes, pois facilita a leitura. O único problema, no meu caso, é que eu finalizei o livro sem a continuação em mãos, então estou com uma leitura incompleta e muita, muita ansiedade para saber o que esse casal ainda precisa enfrentar.

Para quem gosta de um romance repleto de aventura ou de uma aventura repleta de romance, Outlander é uma leitura indispensável. E se a resistência para ler essa série é só por conta da quantidade de livros e de seus números de páginas, esqueça isso e vá ler logo, porque milhares de páginas ainda serão insuficientes para a imensidão dessa história.
Ju - Conjunto da Obra
Ju - Conjunto da Obra

Apaixonada pela leitura desde a infância, tantos livros lidos que é impossível quantificar. Alguém que vê os livros como uma forma de viajar o mundo e lugares mais incríveis que possam ser criados pela imaginação, sem precisar sair do lugar. Tem o blog como uma forma de dividir experiências e, principalmente, as emoções que as leituras despertaram, para compartilhar idéias e aproveitar sugestões de leitura, envolvendo mais e mais pessoas em um mundo onde a imaginação não tem limites.

12 comentários:

  1. Oi Julia!!!
    Ainda não li a série mas sei que é super bem falada, ainda bem que estão dividindo em partes porque são muitas paginas espero poder ler o mais breve possível, mas enquanto isso vou acompanhado a mais e mais resenhas, bem e como sempre fico perdida nas resenhas eu entendi bem pouco sobre o casal mas só torço para que consigam se resolverem e esperar um ótimo final.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo Ju!
    Eu ainda não li acredita, tenho mta vontade de ler e conhecer essa escrita e enredo bacana, espero conseguir logo...
    Parabéns pela resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Ju! Sou doida pra ler essa série, curto muito viajem no tempo e romance com muita aventura, estou amanda a série pra TV, ainda não tenho nenhum dos livros, são muito e caros, num faço nem ideia de quando terei condições de adquirir todos os volumes.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. eu quero muito esse livroooooooo, vou chorar

    Jesse Lira - www.jesselira.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ju!
    fico bem impressionada com a autora em escrever livros tão grossos, com enredo firme do início ao final e sem se tornar repetitiva.
    Adoro temas como viagem no tempo e o romance parece lindo, fico feliz que tenham se reencontrado e fica a dúvida: o que aontecerá agora?
    “A sabedoria dos homens é proporcional não à sua experiência mas à sua capacidade de adquirir experiência.” (George Bernard Shaw)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu tive a oportunidade de ler esse primeiro livro ano passado e claro, adorei. Sem sombra de dúvida é uma obra extraordinária, a Diana tem uma escrita muito boa, e um conhecimento sobre o que ela escreve, sobre a cultura que deseja mostrar. É uma narrativa incrivel com personagens criados com um cuidado impecavel. A historia é cheia de percalços e momentos importantes, por isso o livro extenso em nenhum momento fica chato ou arrastadp.

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler esses livros, mas quando vejo que são varios livros e tem tantas paginas meio que me da preguiça. Acho que não é o momento para eu ler eles, quem sabe daqui um tempo eu comece. Adoro as capas.

    ResponderExcluir
  8. Nossa lendo a resenha minha ansiedade so aumenta para ler esses livros. O reencontro dos dois deve ser bem emocionante e desejado, esse volume parece deixar o leitor com as emoções a flor da pele.

    ResponderExcluir
  9. Olá Julia,
    Fiquei tão confusa com a historia que para entender tive que ler a resenha do primeiro livro, a historia me pareceu tão linda e interessante, e sempre bom ter uma continuação de um livro para explicar aqueles fatos que não se explicaram no primeiro, gostei bastante disso..e também nunca tinha lido esses livros e nem conhecia o autora mas agora esse me deixou curiosa!

    ResponderExcluir
  10. Ainda não tinha lido nada sobre a série, apenas os lançamentos. Fiquei interessada por saber que a autora sabe conduzir uma boa história com mistura de detalhes históricos e ficção e sem perder a qualidade mesmo com tantas páginas escritas.
    A quantidade de páginas assusta um pouco, devo confessar, mas uma mistura de romance e aventura e com a qualidade com que a autora escreve devemos dar uma chance.

    ResponderExcluir
  11. Oi Ju! Parece que essa autora tem conquistado tanta gente que vou ter que dar uma chance em algum momento, apesar de não gostar muito do contexto histórico. Esse já está na lista de possíveis livros hahaha beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá Júlia, tudo bacana?

    Eu ainda não li nenhum livro da série e sei que a escrita da autora é maravilhosa! Fui saber dos livros por causa da série ( que tbm é mto maravilhosa). Quero muito conhecer as aventuras da Claire e do Jaime *---* sei que eles são muito lindosssss

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.