Branco como a neve - Salla Simukka

Sinopse: Recuperando-se do terror que vivenciou nas mãos da máfia, Lumikki tem a chance de deixar a Finlândia, se livrando das roupas pesadas, das lembranças sombrias... e do perigo. Ela só quer ser uma garota normal, misturar-se à multidão de turistas e aproveitar as férias. Quando Lumikki conhece Zelenka, uma jovem misteriosa que alega ter o mesmo sangue que ela, as coincidências são inquietantes. Rapidamente ela se vê envolvida no mundo triste daquela mulher, descobrindo peças de um mistério que irá conduzi-la a uma seita secreta e aos mais altos escalões do poder corporativo. Para escapar dessa trama asfixiante, Lumikki não poderá fazer tudo sozinha. Não desta vez. (Skoob)

Livro recebido em parceria com a Editora
SIMUKKA, Salla.Branco como a neve. Editora Novo Conceito, 2017. 224p.


Um dos motivos de ter gostado de Vermelho como o sangue, cuja resenha você pode ler aqui, foi a personagem principal, Lumikki. Ela, apesar da pouca idade, tenta não se meter em confusão, principalmente na dos outros, mas quando entra, na maiorias das vezes de forma acidental, não sai delas até resolver tudo. Não importa o quanto for perigoso.

Desta vez, ela se vê às voltas com Zelenka, uma irmã que não conhecia, uma vez que seu pai parece ter tido um relacionamento extraconjugal sem ninguém saber, e que está envolvida com um seita de fanáticos religiosos, cujo líder planeja fazer algo terrível. Para tentar livrar a irmã dessa seita, ela precisa descobrir quais as verdadeiras intensões deles, fugir de um assassino contratado e descobrir quem mais está envolvido.

A narrativa segue a mesma linha do primeiro livro, bem direta, pouco descritiva, com trechos de suspense e tensão. Descobrimos um pouco mais sobre o passado de Lumikki, bem como o relacionamento que ela teve. Inclusive, até nesse relacionamento vemos que a garota é bem diferente da maioria, porque ela não se apaixona por um homem, digamos, normal.

Entretanto, apesar da trama prender a atenção do leitor, senti falta de uma continuidade com relação à revelação que é feita ao final do primeiro livro, sobre as gêmeas mafiosas. Sinceramente, achei que o segundo livro desenvolveria a relação das duas com Lumikki, mas elas sequer são mencionadas. Talvez tenham ficado para o último volume da trilogia. Pelo menos, espero que sim.

Uma coisa que dá para reparar em Branco como a neve, é uma melhora nos trechos de ação. As partes onde Lumikki precisa se esconder e fugir do assassino, são bem elaboraras, e uma delas, inclusive, consegue ser visualmente sensual. Ficaria curioso como seria adaptada para um filme.

As habilidades de Lumikki para escapar das situações perigosas em que se mete, continuam surpreendentes. E acho que é isso que me encanta na personagem. Ela consegue encontrar soluções que são críveis de serem usadas por qualquer pessoa que consiga se manter calma para raciocinar. Ela é daquelas pessoas que não precisa procurar por um problema, o problema que procura por ela.

Branco como a neve está no mesmo nível do primeiro livro, o que me deixou bastante satisfeito, porque tinha medo de que isso não acontecesse. Agora, resta esperar a editora lançar o próximo.


Carlos H. Barros
Carlos H. Barros

Carlos tem várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamenta o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco -, e não saber desenhar. Autor também do blog Gettub

8 comentários:

  1. Lumikki é uma mulher tão jovem mas que já passou por um bocado de situações perigosas da máfia. Eu ainda não conferi o volume um, mas parece ser um bom livro de suspense , ação e drama. Portanto, espero algum dia ter a oportunidade de ler os dois livros.

    ResponderExcluir
  2. Oi Carl!!
    Adoreiiii a resenha, tenho o Vermelho como sangue, vou ler assim q puder, não vejo a hora de conhecer a escrita da autora...
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu pretendo começar a ler esses livros em breve e conhecer logo essa protagonista não vejo a hora, fora o quanto as capas são lindas foi o que mais me intrigou, e que bom que esse segundo livro continue sendo bom como o primeiro.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar muito bem de Vermelho Como Sangue por causa da protagonista Lumikki. Depois de ler a resenha de Branco Como Neve, vi que ela progrediu ainda mais como personagem. Gostei dessa abordagem de seita de fanáticos e do suspense na história. Vou dá uma conferida depois.
    Até a próxima!

    ResponderExcluir
  5. Dei risada lendo a resenha por causa da confusão ir atrás da personagem, achei a historia até diferente por isso e porque ela não se apaixona por homens normais, fico imaginando como seriam esses homens rsrs. Tenho o primeiro volume, mas ainda não li e já quero comprar o segundo.

    ResponderExcluir
  6. O que me interessou é ... como assim Lumikki não se apaixona por um homem, digamos normal. E que seita é esta que ela tem que tirar a irmã, onde acontece ou pode acontecer algo terrível. Gostei, quero ler.

    ResponderExcluir
  7. Carl!
    Nem me diga que nessa continuação não fala nada sobre as gêmeas do primeiro livro... que pena! Será que no terceiro tudo será esclarecido?
    Quer dizer que Lumikki tem uma irmã que ninguém sabia? Deve ter um enredo bem interessante.
    Claro que quero ler essa continuação.
    “A sabedoria consiste em compreender que o tempo dedicado ao trabalho nunca é perdido.” (Ralph Waldo Emerson)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Carlos!!!
    Sério o título do livro é muito interessante, acho porque me relembra aos contos de fadas porém pelo desenvolver da história não é um dos gêneros que mais me atraem.
    Mas fico curiosa em saber se as histórias dos dois livros podem se interligar no terceiro, então é aguardar o lançamento para ver se as suspeitas se confirmam.
    Parabéns pela resenha.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Agradeço muito sua visita e peço que participe do blog, deixando um recadinho. Opiniões, idéias, sugestões, são muito importantes para fazer o blog cada vez melhor!
Assim que possível, retribuirei a visita.

Beijos, Julia G.